Projetos 2015

sala de vidro panorâmica

Chalés e Apartamentos

Todos com uma maravilhosa vista para a represa.

Venha nos visitar

Ambiente seguro e familiar, requinte e bom gosto.

Seja Bem Vindo a Pousada Marina Requinte

Marina em Nazaré Paulista - Vila Requinte

Curta todo o prazer que a natureza pode oferecer com conforto, tranquilidade e muita diversão em um ambiente completo com uma incrível estrutura náutica e de lazer na represa

Conheça mais sobre nossos apartamentos e chalés na galeria do menu estrutura .Gargem náutica na opção marina.Alugamos chalés para mensalistas.

Assista ao vídeo que foi ao ar na Band do litoral de São Paulo sobre nossa pousada “Vila Requinte de Minas”. Nele vocês ficarão sabendo um pouco mais sobre Nazaré Paulista e sobre a nossa marina.

História de Nazaré Paulista

Nazaré Paulista tem suas origens na construção da primitiva capela de Nossa Senhora de Nazaré, em Atibaia, efetuada em 1676 por Matias Lopes, fundador do povoado. Nazaré Paulista foi elevada à categoria de Freguesia e, posteriormente, em 10 de junho de 1850, pela lei n° 15, à categoria de Vila. Essa lei foi promulgada por Vicente Pires da Mota, presidente da Província de São Paulo, sendo a Vila formada com suas próprias terras e da Freguesia de Santo Antônio da Cachoeira, hoje Piracaia, desmembrada da Vila de Atibaia. Em 1886, seu território foi acrescido de terras desmembradas de Conceição de Guarulhos, hoje Guarulhos. Mais tarde foram efetuadas trocas de terras com os municípios de Atibaia, Piracaia, Santa Isabel e Juqueri, hoje Mairiporã. Em 10 de dezembro de 1906, pela lei n° 1038, a Vila de Nazaré foi elevada à Cidade. Em 30 de novembro de 1944, o Decreto-lei n° 14334 deu-lhe a denominação de Nazaré Paulista. Em 1916, foi incorporado o Distrito de Ajuritiba, ex-Perdões. Recebeu este nome pela Lei n° 233, de 24 de dezembro de 1948. Em 24 de março de 1959, pela Lei n° 12, Piracaia foi desmembrada do território de Nazaré Paulista. Bom Jesus dos Perdões era Distrito de Paz quando foi elevado à condição de Município, desmembrando-se de Nazaré Paulista, em 18 de fevereiro de 1959, pela Lei n° 5285. Origem do Nome O município deve seu nome à construção da primeira capela de Nossa Senhora de Nazaré